quinta-feira, 22 de junho de 2017


Brígido Ibanhes, em 1987, tomou conhecimento da localização da estrutura piramidal, onde, conforme a lenda guarani, estaria o maior tesouro das Américas, através de um pergaminho dos Jesuítas, retirado dos porões do Vaticano. O guarani Caiuón, o guardião, identificou o quadrado de pedras lavradas. Desde o ano de 1657, os espanhóis procuravam pelo local, baseados em mapa apresentado pelo nativo Domingos ao ouvidor João Blasquez de Valverde. Nas escavações no Cerro do Gato Preto, o escritor comprovou fenômenos de grande impacto, e teve seus conceitos filosóficos, morais e espirituais transformados. Nunca mais a sua vida, e a dos companheiros, foi a mesma. Por algum motivo desconhecido, Volta Grande, muito próximo aos agroglifos reveladores de Ipuaçu (SC)  simboliza o retorno da Humanidade para o Gênesis, após uma grande volta pelas estrelas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário